RESENHA - O RATO

Fui visitar um criador; e gostava muito de ir á sua casa pois lá existiam muitos viveiros com pássaros exóticos,canários e pássaros da fauna local , tinha muitos tanques de peixes ornamentais;alugava muito do seu tempo , pois naquela época estava iniciando a minha criação de canários e toda informação que me era passada recebia de muito bom grado,na sua sala,ficava impressionado com os inúmeros troféus que este tinha; principalmente de campeonato de tiro. Este amigo era deficiente, tinha perdido um dos membros superiores em um acidente de moto quando jovem. Bom além de ser um ganhador de concurso de tiro era também excelente alfaiate. Observando um de seus viveiros notei que em um dos cantos havia um rato sonolento chamei-o e comuniquei o fato ;este disse que iria matá-lo !Esperando que ele viesse com porrete ou similar este para minha surpresa surge com um revolver e mira bem de perto o rato e” bam “!!! O rato que de bobo não tinha nada fugiu em desabalada carreira e ficou para este meu amigo a reclamação de sua esposa que tomou um tremendo susto com o estampido. Este amigo já faleceu , seu nome era EGIDIO CORREIA.Fundador dos clube de caçadores de Natal,fundador da Son e Uno.

Fonte: Aílson Feijó / Canaril Feijó

Postagens mais visitadas

Imagem

Pomba Asa Branca